OUÇA “JOGO DA VELHA” NOVO SINGLE!

MC Don King não para de lançar novidades! Em menos de 1 mês do Lançamento do Video Clipe “Infinito” o rapper solta o single “Jogo da Velha” com participação especial do MC Daniel KDT. Os músicos se conhecem há mais de 10 anos e nunca tinham gravado um som juntos. A convite do DK como Daniel diz em seu verso surgiu a oportunidade de cantarem juntos este ano e lançam este single que vêm com muitas metáforas, analogias e trocadilhos na letra. A música está disponível no Youtube e Soundcloud e no início do mês estará em todas as Plataformas Digitais. Confira mais essa pancada!!!

CAPA: @MAN_NOEL

MC Don King - Jogo da Velha (CAPA)

OUÇA NO YOUTUBE

OUÇA NO SOUNDCLOUD

LINK DO GENIUS: https://genius.com/Mc-don-king-jogo-da-velha-lyrics

MC DON KING – JOGO DA VELHA [PROD. VEI BEATS FEAT. DANIEL KDT]

[VERSO 1] DON KING

O mercado é livre mas to preso dentro da OLX/

Só enxergo zero no fim tipo NX/

Mergulhado numa poça de lama como Onyx/

Sou mais um Herói do Gueto e não da DC Comics/

Me convidaram prum Show na Boate mas não quis/

Lembrei do verso da Marisa “Bem que se quis”/

Saindo fora da rotina e do “Diss que me Diss”/

O Eike me chamou pra ser seu sócio lá no EBX/

Quero ver neve e não o Nev do Catfish/

E no free shop ouvindo rock do Dead Fish/

Encanado eu vejo Narcos no Netflix/

Chegou minha encomenda uma câmera TechPix/

E esses hit pick Demi Lovato?/

Na city do Pinóquio só Monteiro Lobato?/

Muito Hitchcock sem Glock Click/

No Cock Pit Robocop Copy Kit/

Refrão

Seja como for só por você meu Rap cura/

Como arte faço versos em forma de escultura/

Sem ruptura a gente segue a estrutura/

A lírica reforça o tamanho da estatura/

[VERSO 2] DANIEL KDT

Cada um tem sua mente e sua impressão digital/

Pontos de vistas diferente ninguém pensa igual /

A vida muitas vezes nos troca de trilhos/

Plana a plano b plano c se pá o alfabeto inteiro /

Muitos plantam pra colher /outros querem colher o que você plantou/

Estagnado no divã o parceiro não se atentou/

Colocou stop na life e esqueceu seu próprio play/

Acha que é rei mas nem é bom samaritano/

Denuncio o que me cabe no rap não sou profano/

Pelo convite do DK psicorimando aqui /

Mostrando conteúdo como no filme do livro de Eli /

É preciso ter um norte clareza de pensamento/

Intento acertar o dardo na mira /pai de família o que me resta é ter o foco /

E te toco no abstrato contrato aqui não tem/

Minha rima te liberta moleque te deixa zen… tranquilão /

Pra prosseguir nesse (reality) de cartas marcadas/

Ponho ternura na caneta potente o original/

As viagens nas palavras aqui pra mim não é bifurcada/

Vou pro oeste camarada aprecie o flow e à levada /

Com a cadência é surreal nesse jogo do rap/

Refrão

Seja como for só por você meu Rap cura/

Como arte faço versos em forma de escultura/

Sem ruptura a gente segue a estrutura/

A lírica reforça o tamanho da estatura/

Anúncios